Dicas de como manter sua própria adega de vinho em casa

O vinho é uma bebida que demanda muito cuidado na maneira em que é armazenado. Afim de evitar perdas sensoriais e preservar suas características, é importante pensar em cada detalhe quando se decide começar uma coleção mais elaborada e guardar alguns exemplares que não forem para consumo imediato. Pensando nisso, separamos algumas dicas de como começar a manter sua própria adega em casa:


No que consiste uma adega?

As adegas não são nada mais do que um ambiente climatizado e adequado para o armazenamento de diversos tipos de bebida. Podendo ser do tamanho de um armário ou de um cômodo inteiro dependendo espaço que você tiver, o importante é prestar atenção nos seguintes fatores: o controle da umidade, a vibração e incidência de luz. Ou seja, o ideal é um lugar escuro, seco e com uma temperatura estável.


Quais são os principais fatores para levar em consideração?

  • A madeira é o material principal a ser utilizado na construção de uma adega. Não por ser apenas esteticamente agradável e combinar com as garrafas de vidro, ela é resistente e mantém a manutenção da temperatura.

  • A estabilidade é um fator muito importante, pois qualquer movimentação mais bruta pode fazer com que cause uma alteração na pressão interna da garrafa. Então é importante que seja um lugar uniforme e que o vinho consiga permanecer deitado sem grandes trepidações.

  • Um dos principais fatores é a iluminação. A interferência recorrente dos raios luminosos pode estragar o vinho, causando alterações químicas, alterando seu sabor e até mesmo estragando completamente o produto. Principalmente a luz solar, com os raios UV, irão degradar seu conteúdo, causando o envelhecimento precoce do conteúdo. Portanto, é importante que a adega esteja em um lugar escuro, sem a presença muito forte de luzes, sejam elas artificiais ou solares. Dê preferência para lâmpadas fluorescentes.

  • Esteja sempre atento a umidade. A rolha que veda a garrafa pode acabar sendo bastante afetada pela variação da umidade, como por exemplo, caso a umidade esteja alta, pode ocasionar fungos na cortiça dela, estragando o vinho. E, em casos de umidade muito baixa, ela pode ficar extremamente seca e rachar, fazendo com que o oxigênio entre na garrafa e oxide o líquido. Por isso é ideal sempre manter as garrafas de vinho na posição horizontal, para que a rolha permaneça umedecida. Os níveis seguros de umidade para a adega é entre 50% a 80%.

  • Por último, é essencial estar atento na temperatura do local. O calor é um grande inimigo da bebida, pois ele fará com que o vinho envelheça e o produto seja depreciado. O ideal é manter uma temperatura entre 12º e 16ºC.


Pense em optar por uma termoelétrica

Caso o problema seja a falta de espaço ou o orçamento apertado em reformar um cantinho da casa pra criação da adega caseira, há muitas adegas termoelétricas que dão conta do trabalho e o preço podendo ser mais acessível ou um modelo mais elaborado, variam entre R$480,00 a R$3.000,00.




Separamos algumas inspirações na galeria abaixo. Confira:



ÚLTIMAS

Email: info@esenelle.com

Phone: (65) 99952-7788

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
Receba nossos emails

©2019 by Esenelle.

Pulseiras masculinas elegantes e modernas